15 de dezembro de 2017

A luta contra a reforma da previdência

O MCP neste último período esteve presente nas lutas contra a proposta do Governo Federal de fazer a reforma da previdência, que representa mais um retrocesso aos direitos sociais conquistados pelo povo brasileiro. Assim como a reforma trabalhista, a reforma da previdência é outro exemplo da opção deste governo que instaurou um golpe, atingindo diretamente o processo democrático do país. São ações do grupo que está no poder, que tem como objetivo retirar direitos do povo brasileiro e fortalecer ainda mais o enriquecimento de uma minoria que já é rica; além da manutenção no poder político da corrupção, que é histórica e, tem se mostrado para toda a população de forma explícita.

Nesse sentido, os movimentos sociais do campo e da cidade e as centrais sindicais têm desempenhado um papel importante de lutar contra estas propostas, aglutinar forças e sensibilizar toda a sociedade brasileira, que estas perdas serão para a classe trabalhadora.

Trancamento de BR

Na sexta-feira (15/12), o MCP participou juntamente com outros movimentos e sindicatos do trancamento da BR 153, em Goiânia, como parte das ações que vêm ocorrendo contra essas reformas. Uma parte das pistas foram fechadas e entregues panfletos aos motoristas, demonstrando a real intenção e os malefícios da reforma da previdência.

 

 

 

Jejum Goiano: solidariedade à greve de fome em Brasília

No último dia 13 de dezembro (quarta-feira), o MCP participou no jejum goiano, na Assembleia Legislativa de Goiás, o jejum goiano em solidariedade à greve de fome das companheiras e companheiros, do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), que estavam a 9 dias fazendo a greve de fome contra a reforma da previdência.

Greve de Fome em Brasília

Em 5 de dezembro, os primeiros a anunciar o jejum contra a emenda aglutinativa que será apresentada pelo relator da reforma, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), foram Leila, Josi e Frei Sergio Göergem, que integram o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA). Ex-deputado estadual do Rio Grande do Sul, Frei Sergio lidera o movimento e é frei franciscano da Ordem dos Frades Menores. Coube a ele anunciar o fim da greve na tarde desta quinta-feira (14), em entrevista concedida no Salão Verde da Câmara. Depois disso, o grupo seguiu para a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para o desjejum.

Na tarde da última quinta-feira (14), chego ao fim, a greve de fome dos seis militantes que estavam alojados na Câmara Federal, em Brasília, em protesto contra a reforma da Previdência. Eles tomaram a decisão após o anúncio oficial feito pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de adiar a votação do texto para fevereiro do próximo ano. O protesto durou ao todo dez dias.

No entanto, seguimos alertas até que de fato o povo brasileiro seja ouvido e atendido, pois esta reforma da previdência não representa a vontade da maioria da população.

 

Próximos Eventos + ver tudo

21 de novembro de 2017

8º Seminário Nacional da Agrobiodiversidade e Sementes Crioulas

Seminário Propedêutico Sagrado Coração de Jesus (Seminário Menor)
Aracaju - SE
8h às 20h

+ saiba mais

28 de julho de 2017

Inauguração Moradia Camponesa, em Silvania (GO)

Comunidade João de Deus
Silvania - GO
17:00

+ saiba mais

01 de junho de 2017

Inauguração de Moradias: Guarani de Goiás

Comunidade São Pedro - Casa de Dona Mª Aparecida.
Guarani de Goiás - GO
10:00

+ saiba mais

19 de Abril de 2017

Inauguração moradia camponesa – Crixás, Goiás

Faz. Quebra-Coco, casa da família da Cacilda e do Amado
Crixás - GO
a partir das 14 h

+ saiba mais