16 de fevereiro de 2017

Em Silvânia, camponeses mostram sua produção agroecológica

As rotas agroecológicas fazem parte de uma parceria entre o Movimento Camponês Popular e a EMBRAPA Cerrados como estratégia para fortalecer o trabalho dos camponeses comprometidos com a produção de alimentos agroecológicos. As rotas têm uma metodologia participativa, envolvendo os pesquisadores da EMBRAPA, técnicos do MCP e as famílias camponesas para preparar as áreas (o solo) e realizar, em forma de mutirões, o plantio e também o cuidado até a colheita.

Na sexta (10), foi realizada mais uma atividade no município de Silvânia, na casa da camponesa Joselina e de seu esposo, o camponês Adair. A família que tem implantado um corredor agroecológico tem a certificação de produtores orgânicos e em seus pouco mais de sete hectares de terra, produz verduras, hortaliças, animais de pequeno porte para o consumo próprio. Além de comercializar parte da produção para feira local, a família distribui a produção na alimentação escolar, por meio do PNAE.

Adair relata, com muito orgulho que plantou 4,5 litros da variedade crioula de feijão roxinho sem nenhuma adubação, somente com os nutrientes que o solo já possui e colheu, na última safra, mais de 150 kg. Para o camponês, a escolha em desenvolver na sua terra uma produção agroecológica vem da certeza de que “é possível produzir alimentos sem venenos e anima muito a gente fazer a preservação da água e do ambiente”. Para ele, “mesmo com as dificuldades, vale pena para quem nasceu e cresceu na roça.”

Wender Antônio, camponês e que faz parte da coordenação do projeto enfatiza que “o importante é o acúmulo da família e o desejo em fazer a transição agroecológica e a participação no MCP dar outros passos, construir outras experiências e fortalecer o que cada um já tem acumulado”.

Nesse processo de construção junto às famílias, o importante é respeitar a cultura e o conhecimento local para que a produção de alimentos não seja predatória, com uso de venenos e sementes transgênicas. É necessário que a produção dê condições de vida para as pessoas e a natureza, respeitando os ciclos, alternando culturas que reponham a fertilidade da terra e controle naturalmente pragas.

Próximos Eventos + ver tudo

19 de abril de 2017

Inauguração moradia camponesa – Crixás, Goiás

Faz. Quebra-Coco, casa da família da Cacilda e do Amado
Crixás - GO
a partir das 14 h

+ saiba mais

16 de abril de 2017

Sarau, Ciranda e Café

Groove Garden
Catalão - GO
15:00

+ saiba mais

16 de abril de 2017

Inauguração moradias camponesas – Goiás

Casa da família da Marli e Omilton
Faina - GO
14:30

+ saiba mais

29 de março de 2017

IV Jornada Universitária em Apoio à Reforma Agrária

Auditório da Fac. de História / UFG e Auditório do IESA / UFG.
Goiânia - GO
8h às 19h

+ saiba mais